18 de Maio: Dia Nacional de Combate a Exploração Sexual de Crianças

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes foi instituído oficialmente no país através da lei nº 9.970, de 17 de maio de 2000. O caso Araceli completa 45 anos


Foto: Arquivo de Cleanderson

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes é celebrado anualmente em 18 de maio.


De acordo com dados da Secretaria de Direitos Humanos, é assustador o número de casos de violência sexual contra crianças e adolescentes no país. Por isso, foi criada esta data com o intuito de ajudar a combater este mal que destrói a vida de milhares de jovens todos os anos.


Como surgiu o Dia Nacional Contra o Abuso e Exploração Sexual Infantil


A escolha desta data é em memória do “Caso Araceli”, um crime que chocou o país na época. Araceli Crespo era uma menina de apenas 8 anos de idade, que foi violada e violentamente assassinada em 18 de maio de 1973. Este crime, apesar de hediondo, ainda segue impune.


Processo, depois do julgamento e absolvição dos acusados, foi arquivado pela Justiça. Fato instituiu o Dia Nacional de Combate ao Abuso Sexual contra Crianças. Menina tinha 8 anos quando foi raptada, drogada, estuprada e morta.


O dia do desaparecimento de Araceli Cabrera Crespo completa 45 anos nesta sexta-feira (18). Hoje 18 de maio, dia Nacional de combate à exploração sexual de criança e adolescente, completa 45 anos do bárbaro assassinado e o abuso sexual  da criança Araceli que tinha oito anos de idade.


O Conselheiro Tutelar de Nossa Senhora das Dores (SE), Cleanderson Kekeu falou ao portal Visite Dores sobre este caso.


"O que me deixa indignado que mesmo depois de 45 anos os agressores não foram punidos, ou seja, permanecem impunes, fica meu questionamento, até quando veremos crianças e adolescentes serem abusados sexualmente e seus agressores não serem punidos? Essa realidade tem que mudar, a todo momento uma criança estar sendo abusada, e um dos maiores motivos que esses abusadores tem é a certeza da impunidade, porém ainda acredito que essa realidade pode mudar" disse Cleanderson.


O Conselheiro Cleanderson, ainda falou das dificuldades vivenciadas pelos conselheiros.


"Mesmo com todas as dificuldades que nós conselheiros tutelares temos, continuamos lutando, zelando diuturnamente para que essa realidade possa mudar, pois os conselheiros tutelares são os olhos da sociedade e continuaremos nessa luta incansável contra o abuso sexual de criança e adolescente" Ressaltou o Conselheiro


Para ajudar e somar nessa luta, você poderá fazer sua denúncia pode salvar vidas, não tenha medo de denunciar, procure o Conselho Tutelar mais próximo ou Disque 100.


No Brasil, o Disque 100 é um serviço gratuito disponibilizado pela Secretaria dos Direitos Humanos da Presidência da República que registra denúncias anônimas de jovens que se sintam ameaçados ou que sofreram qualquer tipo de abuso ou exploração sexual.


Abuso sexual x Exploração sexual


Não apenas o abuso sexual (que normalmente acontece no seio familiar do jovem), mas também a exploração sexual é combatida nesta data.


Muita gente confunde o significado do abuso sexual com a exploração sexual. São duas coisas diferentes. A exploração sexual consiste em usar a criança ou o adolescente como meio de faturar dinheiro, oferecendo o menor como “ferramenta” de satisfação sexual.

Em Nossa Senhora das Dores (SE), o Conselho Tutelar funciona de segunda a sexta das 08h às 22h na Sede do Conselho Tutelar, e durante a noite, feriados e finas de semana o atendimento é sobre o regime de plantão pelo telefone 999160824.


Por, Delmanira Brito – Jornalista e fotografa do www.visitedores.com

25 de Maio de 2018,
Postado por Visite Dores em Notícias